A falta de ereção do pênis nos homens

De acordo com alguns estudos realizados em todo o mundo, mostrou que 52% dos homens com idades entre 40 a 70 anos sofrem de alguma forma de disfunção sexual. Nós não podemos dizer que todas essas pessoas são impotentes, apenas seu desempenho sexual está abaixo do nível normal. Cerca de 35% dos homens têm impotência moderada ou grave. Quanto mais cedo o paciente for ao médico, mais rápido e eficiente será alcançado o resultado desejado.

Em caso de violação da função sexual, um homem, como regra, não pode completar a relação sexual, e isso se deve principalmente à insuficiente ereção do pênis.

Uma ereção depende de muitos fatores – tanto psicológicos – desejo sexual, o desejo de ter uma mulher, e fisiológico – dureza suficiente do pênis ao encher os corpos cavernosos masculinos de sangue. Além disso, se o desejo sexual é reduzido, o homem é menos vulnerável do que com ereção insuficiente durante a relação sexual.

Portanto, em busca de um meio universal e confiável, muitos homens começam a procurar por qualquer informação sobre os medicamentos apropriados, pois longe de tudo vão ao médico. Via de regra, uma visita ao médico é adiada se o homem acredita que tudo vai se recuperar sozinho, se envergonha da próxima conversa com um especialista ou, em desespero, já acredita que tudo está perdido e ninguém pode ajudá-lo.

A potência é de grande importância para todo homem, portanto, para quaisquer violações e mudanças no trabalho do “melhor amigo”, os representantes do sexo mais forte começam a fumar nervosamente e apenas alguns deles correm para o médico.

Uma ereção é devolvida com a ajuda de medicamentos famosos que contêm inibidores da fosfodiesterase tipo 5 (contra-indicados para pacientes com doenças cardiovasculares!). Curiosamente, essas pílulas ajudam a estabelecer uma vida sexual tanto com distúrbios orgânicos de potência quanto com os psicológicos. No segundo caso, com a ajuda da droga, o homem recupera a confiança na cama – e isso é exatamente o que é necessário para façanhas sexuais bem-sucedidas! Tão logo o ato sexual de um agravante volte a ser um evento bem-vindo, trazendo prazer indubitável, as pílulas podem ser abandonadas.